Família de Ingrid já está a caminho da Colômbia

O avião em que viajam o chefe da diplomacia francesa Bernard Kouchner e a família de Ingrid Betancourt - um Airbus A319 da República Francesa - decolou do aeroporto militar de Villacoublay, perto de Paris, às 2h (21h de Brasília), em direção à Colômbia, segundo uma jornalista da AFP a bordo do avião.

AFP |

De acordo com fontes da presidência francesa, Ingrid Betancourt, libertada pelo Exército colombiano depois de mais de seis anos de seqüestro, regressará, "provavelmente", com a delegação para Paris.

Os filhos de Betancourt, Mélanie e Lorenzo Delloye, seu ex-marido Fabrice Delloye e a irmã Astrid estão entre as 30 pessoas a bordo. Kouchner espera poder voltar para a França com Ingrid Betancourt, disseram fontes diplomáticas.

"É tão forte, tão bela", disse à AFP a filha de Betancourt, Mélanie, depois de ver pela TV as primeiras imagens de sua mãe, após ser libertada.

Nessas imagens, vê-se Betancourt em aparente boa forma, expressando-se com desenvoltura e força, muito longe das fotografias divulgadas há alguns meses, durante seu cativeiro, nas quais aparecia bastante magra e abatida.

"Estou impaciente para reencontrá-la, estou emocionada, ainda não acredito", disse Mélanie, no avião.

"É incrível o que aconteceu desde hoje de manhã", comentou seu ex-marido Fabrice Delloye. "Conseguiram enganar as Farc", acrescentou ele, evocando a operação do Exército colombiano.

Em sua emocionante declaração, da Colômbia, Ingrid agradeceu, em francês, ao apoio da França e do presidente Nicolas Sarkozy, assim como do ex-presidente Jacques Chirac e do ex-premier Dominique de Villepin.

Este organizou, em 2003, quando era ministro das Relações Exteriores, uma operação de salvamento de Betancourt que foi abortada.

"Vou estar, rapidamente, com vocês. Sonho com estar na França", disse ela.

ib/sd/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG