Família com 30 anos de trajetória nas Farc abandona guerrilha

BOGOTÁ - Nove membros de uma família com 30 anos de trajetória nas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) desertaram da guerrilha nas montanhas do sudoeste da Colômbia, informaram neste domingo fontes da central de inteligência na região.

EFE |

Os supostos rebeldes desertores são seis adultos e três menores de idade, informou o diretor do Departamento Administrativo de Segurança do departamento (estado) do Huila, José Lucas Arzuaga. Arzuaga disse à imprensa em Neiva, capital de Huila, que os avós e os pais dos menores estão entre os desertores.

Eles "manifestaram que, praticamente, estavam seqüestrados e não eram autorizados a ir aos centros urbanos", declarou Arzuaga, após indicar que o Departamento Administrativo de Segurança de Huila facilitou a deserção dessas pessoas, que entraram em contato com a entidade pedindo ajuda.

Os desmobilizados pertenciam à Coluna Móvel Yesid Ortiz das Farc, reduto que atua na divisa entre os departamentos de Huila e Caquetá.
Arzuaga não revelou a identidade dos adultos que abandonaram as armas, assim como a idade dos menores.

Leia mais sobre: Farc

    Leia tudo sobre: farc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG