Falta de sono aumenta risco de doenças cardiovasculares

Dormir menos de sete horas e cinqüenta minutos aumentaria os riscos de doenças cardíacas nas pessoas mais velhas, segundo pesquisas publicadas nesta segunda-feira nos Estados Unidos.

AFP |

Além disso, este risco cresce se além da falta de sono, a tensão arterial for alta demais durante o sono, segundo pesquisadores japoneses, cujo estudo foi publicado nesta segunda-feira pelo Archives of Internal Medicine.

Eles observaram 1.255 pessoas sofrendo de hipertensão e com idade média de 70 anos enquanto dormiam, durante um período de 50 meses.

Durante este período, houve 50 crises cardíacas ou AVC, e "a incidência destes episódios foi de 2,2% por ano", relatou o médico Kazuo Eguchi, o principal autor do estudo.

Dormir menos de 7 horas e cinqüenta minutos aumenta o risco de problemas cardiovasculares, concluiu.

"Noites curtas demais aumentam o risco cardiovascular nos idosos que sofrem de hipertensão, principalmente quando a tensão arterial aumenta durante a noite", afirmou Eguchi.

Segundo os autores do estudo, dormir o suficiente é essencial para evitar doenças como obesidade ou diabetes, assim como vários fatores de riscos cardiovasculares, como a hipertensão noturna.

js/yw/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG