Falta de sono aumenta risco de depressão entre jovens

A falta de sono aumenta o risco de depressão e de pensamentos suicidas entre os adolescentes, revela um estudo da Universidade de Columbia divulgado nos Estados Unidos.

AFP |

Segundo a pesquisa, realizada com 15.659 estudantes do ensino médio, o risco de depressão entre os adolescentes que habitualmente vão dormir após a meia-noite é 24% superior ao dos que dormem antes das 22h00.

Os que vão dormir tarde têm ainda mais pensamentos suicidas: 20% a mais em relação aos que se deitam cedo, revela o estudo publicado na sexta-feira pela revista "Sleep".

"Os resultados são mais uma prova de que a falta de sono tem um papel na análise das causas da depressão", destacam os autores do estudo, dirigido pelo professor James Ganwich, da Universidade de Columbia.

"Mandar os adolescentes mais cedo para a cama pode protegê-los da depressão e dos pensamentos suicidas".

A Academia de Medicina do Sono dos Estados Unidos recomenda que os adolescentes durmam cerca de nove horas diárias.

Leia mais sobre: depressão

    Leia tudo sobre: depressão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG