Falha em perfuradora põe em dúvida plano de resgate de mineiros

Ministro chileno admite dúvidas se máquina poderá continuar perfurando túnel

AFP |

O ministro da mineração do Chile, Laurence Golborne, disse neste sábado que uma peça danificada que no momento bloqueia o andamento da perfuradora do "plano B" de resgate dos mineiros chilenos gera dúvidas se a máquina continuará perfurando o túnel.

"Não sabemos se poderemos tirar a peça danificada, se não a retirarmos, não sei se podemos continuar perfurando esse túnel", disse o ministro Laurence Golborne em coletiva de imprensa.

"O plano B poderia continuar sendo perfurado em outro túnel, mas seria complexo", completou.

O túnel do "plano B", a cargo da perfuradora T-130, que na quinta-feira tinha alcançado 268 metros de um total de 630, continua sem avançar desde então devido à quebra de uma peça dentro do túnel, a qual as equipes tentam retirar.

O ministro começou a coletiva de imprensa mostrando alguns pedaços de metal escuro sobre a palma da mão, de um tamanho semelhante a um ovo de galinha. "São partes do martelo" danificado, e "conseguimos retirá-las na segunda tentativa", explicou.

"Na primeira tentativa, conseguimos soltar a peça", disse. "Agora estamos na terceira tentativa, esperamos conseguir retirar todas as partes que ficaram soltas" no túnel perfurado, completou.

O engenheiro André Sougarret, chefe das tarefas de resgate, explicou que o material que falta retirar pesa "de 3 a 5 kg".

Por outro lado, o ministro disse que o plano A continua perfurando "normalmente" e alcançou 212 metros sobre um total de 702, enquanto os principais elementos da sonda petroleira que perfurará a "alternativa C" chegaram à mina e (a máquina) "já está sendo montada", o que levará em torno de 10 dias.

Finalmente, Golborne confirmou que o "poliduto", um cano plástico embutido até a mina, está trabalhando bem, e leva - além de água, ar e comunicação - eletricidade aos mineiros, particularmente para iluminação.

Os 33 mineiros estão presos a 700 metros de profundidade depois do deslizamento na mina San José em 5 de agosto passado.

    Leia tudo sobre: chilemineiros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG