Falha elétrica no avião da Air France aconteceu longe do litoral

Paris, 1 jun (EFE).- A falha elétrica sofrida pelo avião da Air France desaparecido hoje quando fazia a rota entre Rio de Janeiro e Paris aconteceu longe do litoral, segundo a companhia aérea francesa.

EFE |

Controladores aéreos brasileiros, países africanos, Espanha e França tentaram, sem sucesso, restabelecer comunicação com o voo AF447, depois que este passou por uma área de tempestades com fortes turbulências, afirmou a Air France, em comunicado.

A companhia confirmou nesta nota o desaparecimento do avião, que deveria ter aterrissado no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, com 228 pessoas a bordo, às 11h14 local (6h14 de Brasília).

O aparelho tinha decolado às 19h03 do Rio de Janeiro, segundo a descrição do voo feita pela Air France.

"A aeronave chegou a uma área de tempestade com fortes turbulências às 2 (GMT) da manhã (23h de Brasília de domingo), ou seja, às 4h de Paris. Foi recebida uma mensagem automática do avião às 2h14 (GMT, 23h14 de Brasília) que indicava uma falha no circuito elétrico longe da costa", indicou a companhia.

"Os centros de controle brasileiro, africano, espanhol e francês tentaram entrar em contato com o voo AF447, mas sem sucesso", acrescentou a Air France, que indicou que o Exército francês também fracassou em suas tentativas de contatar o avião.

A companhia aérea francesa confirmou que viajavam a bordo do aparelho 216 passageiros - 126 homens e 82 mulheres, mais sete crianças e um bebê - e 12 membros da tripulação (três pilotos e nove assistentes de voo).

A Air France precisou que o comandante do aparelho - um modelo com motores General Electric CF6-80E - tinha uma experiência de 11 mil horas de voo e já tinha voado 1,7 mil horas em aparelhos Airbus A330 e A340.

O avião tinha um total de 18,87 mil horas de voo e entrou em operações em 18 de abril de 2005.

Segundo a Air France, sua última revisão de manutenção em hangar tinha ocorrido em 16 de abril. EFE jam/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG