A lutadora brasileira Natália Falavigna derrotou a sueca Karolina Kedzierska e conquistou o bronze olímpico no taekwondo feminino (na categoria acima de 67 quilos) neste sábado, no Ginásio da Universidade de Ciência e Tecnologia de Pequim. A vitória por 5 a 2 sobre a atual campeã européia garantiu a 13ª medalha do Brasil na capital da China.

Falavigna, que só perdeu um combate em sua campanha, ainda assim por decisão dos árbitros, dominou a luta com Kedzierska e não deu chances de reação à sueca.

A campeã européia havia se classificado para a disputa do bronze ao vencer a tunisiana Khaoula Ben Hamza na repescagem.

Mais bem preparada que em Atenas, em 2004, quando fraturara o pé semanas antes da estréia, a paranaense começou a campanha olímpica na China com uma vitória sobre Kyriaki Kouvarik, da Grécia, por 3 rounds a 1.

Nas quartas-de-final, venceu a australiana Carmem Marton por 5 a 2 e se classificou para a semifinal.

Mas em uma luta equilibrada com a norueguesa Nina Solheim, que acabou empatada após três rounds, Falavigna acabou derrotada por decisão dos árbitros, sendo eliminada da disputa pelo ouro.

A lutadora brasileira é venceu o Aberto da Alemanha e é a atual vice-campeã pan-americana de taekwondo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.