Facebook faz 5 anos com dúvidas sobre sua rentabilidade

San Francisco, 4 fev (EFE).- O Facebook completa hoje cinco anos fazendo bastante sucesso na internet, mas, apesar disso, permanecem as dúvidas sobre sua rentabilidade a longo prazo e sua capacidade para atrair anunciantes enquanto diminui o gasto em publicidade online.

EFE |

Com 150 milhões de usuários, o Facebook conseguiu desbancar outras populares redes online, como MySpace, Bebo ou hi5. Em média, 15 milhões de pessoas atualizam diariamente seu status no site, onde são postadas mais de 850 milhões de fotos por mês.

Ninguém poderia prever essas cifras há cinco anos, quando Mark Zuckerberg, um estudante de Harvard de apenas 19 anos, criou o site como ponto de encontro para os alunos da universidade, mas os começos já foram promissores.

Em 24 horas, a página já tinha mil usuários e, um mês depois, a metade dos estudantes do campus tinha criado um perfil na rede social.

O Facebook mudou bastante desde então. O primeiro grande passo e acerto de Zuckerberg foi abrir a página aos usuários alheios ao âmbito universitário.

"Antes, a maioria das pessoas nem pensavam em compartilhar suas identidades reais online. Mas o Facebook ofereceu um ambiente seguro e de confiança para que as pessoas interajam na rede", acrescentou.

O fluxo de informação entre contatos do Facebook -amigos, colegas de trabalho, ex-namorados- perdura durante anos, mesmo que já não exista na vida real.

A rede foi essencial na campanha presidencial de Barack Obama, que utilizou habilmente o Facebook como forma de se conectar com a nova geração de eleitores.

O site conseguiu arrecadar mais de US$ 200 milhões em investimento e, em 2007, foi avaliado em US$ 15 bilhões, depois que a Microsoft pagou a bagatela de US$ 250 milhões por uma participação de 1,6%.

No entanto, alguns analistas têm dúvidas sobre a rentabilidade do Facebook a longo prazo e afirmaram que a firma não conseguiu criar um modelo sólido para captar recursos. EFE pg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG