não sairão do Egito sem pacto de reconciliação - Mundo - iG" /

Facções palestinas não sairão do Egito sem pacto de reconciliação

Gaza, 10 mar (EFE).- As diversas facções políticas palestinas, que iniciam hoje um diálogo intensivo no Cairo, não deixarão o Egito antes de alcançar um pacto de reconciliação, disse hoje na Faixa de Gaza o deputado do Hamas Mushier al-Masri.

EFE |

Os representantes dos diferentes grupos palestinos não acabarão a negociação até alcançar um pacto que leve à criação de um Governo de união nacional, disse o parlamentar islamita.

As conversas que começam hoje, disse Masri, "definirão uma agenda detalhada para o próximo futuro e delinearão soluções para os problemas que possam surgir".

Cinco comitês formados por representantes dos grupos palestinos negociarão na capital egípcia, além da formação de um Executivo de consenso, a reconciliação nacional, a realização de eleições e a reforma dos serviços de segurança e da Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

No sábado passado, o primeiro-ministro palestino, Salam Fayyad, apresentou sua renúncia para facilitar a criação de um novo Governo de união nacional, para o qual deu o prazo de até o final do mês.

Com este passo, Fayyad buscava agilizar a criação de um Executivo liderado por Fatah e Hamas, as duas principais facções palestinas, em conflito desde a tomada de Gaza pelos islamitas, em junho de 2007.

A partir dessa data, a ANP, liderada pelo presidente Mahmoud Abbas, só exerce sua soberania na Cisjordânia, enquanto o Hamas, com Ismail Haniyeh à frente, controla a Faixa de Gaza. EFE sar-aca/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG