Facções palestinas iniciam diálogo de reconciliação no Cairo

Cairo, 10 mar (EFE).- Representantes de 14 facções palestinas começaram hoje no Cairo as reuniões para a reconciliação nacional, nas quais devem discutir a formação de um Governo de unidade.

EFE |

O líder do partido Iniciativa Nacional Palestina, Mustafá Barghouti, que participa das reuniões, disse à Agência Efe que espera-se que as cinco comissões formadas em 26 de fevereiro para avançar rumo à reconciliação terminem suas negociações até 30 de março.

As comissões estudarão a formação de um Governo de união nacional, a realização de eleições gerais e presidenciais, a reestruturação da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) e das forças de segurança, assim como a questão da reconciliação nacional.

Barghouti se mostrou "otimista, mas com muitas reservas", sobre o resultado das reuniões, que ocorrem na sede dos serviços secretos egípcios no Cairo.

"O principal problema agora é o assunto dos detidos políticos. É preciso colocar em liberdade o mais rápido possível todos os presos políticos. Não se pode começar a reconciliação sem a libertação de todos eles", disse Barghouti.

Na última reunião no Cairo, em 26 de fevereiro, os dirigentes palestinos se comprometeram a deixar em liberdade dezenas de palestinos que estão em prisões palestinas de grupos rivais, tanto em Gaza, controlada pelo Hamas, quanto na Cisjordânia, administrada por um Governo liderado pelo líder máximo do Fatah, Mahmoud Abbas.

No entanto, o Hamas denunciou que não houve avanços neste assunto nas últimas semanas.

Em 26 de fevereiro, os dirigentes das diversas facções palestinas expressaram que as cinco comissões concluirão sua missão em 20 de março.

No entanto, Barghouti disse que as negociações continuarão até se chegar a algum resultado. EFE hh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG