Fabricante faz recall de carrinhos nos EUA após amputações em bebês

A fabricante britânica de carrinhos de bebê Maclaren anunciou um recall de 1 milhão de carrinhos nos Estados Unidos após uma dezena de casos de bebês que tiveram dedos amputados pela dobradiça do carrinho. As amputações ocorreram quando os bebês colocaram os dedos na dobradiça enquanto o carrinho era dobrado.

BBC Brasil |

 Segundo a companhia, o recall somente se aplica aos modelos vendidos nos Estados Unidos.

Os modelos afetados, fabricados na China, são: Volo, Triumph, Quest Sport, Quest Mod, Techno XT, Techno XLR, Twin Triumph, Twin Techno e Easy Traveller.

Vários desses modelos também são vendidos no Brasil.

Reparos

Em um comunicado conjunto com a Comissão de Segurança de Produtos para o Consumidor dos Estados Unidos (CPSC, na sigla em inglês), a Maclaren pediu que os consumidores parem de usar seus modelos imediatamente e que só voltem a usá-lo após o reparo.

"A dobradiça do carrinho oferece um risco de amputação ou laceração dos dedos da criança quando o consumidor está fechando ou abrindo o carrinho", diz o comunicado.

Segundo uma porta-voz da CPSC, o órgão recebeu um total de 15 reclamações sobre ferimentos em crianças provocados pelo mecanismo do carrinho, sendo que 12 deles resultaram em amputações.

Para reparar o problema, a empresa vai instalar peças para cobrir as dobradiças e evitar que as crianças tenham acesso à peça.

A empresa sugeriu aos consumidores afetados que visitassem seu site para obter mais informações sobre o recall, mas na manhã desta terça-feira o site estava fora do ar, com uma mensagem avisando sobre sua manutenção.

Leia mais sobre recall

    Leia tudo sobre: bebêrecall

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG