Moscou, 24 out (EFE).- A fabricação das naves tripuladas Soyuz pode ser afetada por falta de financiamento, advertiu hoje Vitali Lapota, diretor da corporação russa especializada na produção de aparelhos espaciais.

"Se nas próximas dois ou três semanas não recebermos adiantamentos ou créditos não poderemos assumir a responsabilidade pela fabricação das Soyuz", disse Lapota em entrevista coletiva no Centro de Controle de Vôos Espaciais (CCVE) da Rússia, nos arredores de Moscou.

O funcionário explicou que dois terços dos recursos usados para a fabricação das Soyuz se originam em créditos e até agora sua corporação não recebeu os fundos necessários.

Lapota afirmou que isso se deve o fato de o Governo não ter ditado ainda a resolução para a concessão dos empréstimos e à crise financeira mundial.

"Não recebemos os créditos e não temos esperanças de que os bancos serão condescendentes conosco", acrescentou.

As naves Soyuz serão o único veículo de abastecimento e revezamento de tripulações da Estação Espacial Internacional (ISS) depois que as naves americanas deixarem o serviço em 2010. EFE bsi/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.