Ex-vice-premiê britânico confessa que sofria de bulimia

O ex-vice-primeiro-ministro da Grã-Bretanha John Prescott disse neste domingo que sofre de bulimia. Prescott, de 69 anos, disse à BBC que sofreu em silêncio por dez anos por ter vergonha de admitir publicamente o distúrbio alimentar.

BBC Brasil |

Em artigo no jornal Sunday Times, o político disse que comia demais nas refeições e depois vomitava.

"Eu achava difícil para um homem como eu admitir que sofria de bulimia. Os médicos me disseram que era provavelmente devido ao estresse", disse o ex-vice-premiê.

"Eventualmente acabei conseguindo controlar (o distúrbio) e interrompê-lo há alguns anos."
'Estranho prazer'
Prescott disse que resolveu tornar sua condição pública para encorajar outras pessoas a procurarem ajuda.

"Quero recomendar aos milhões de pessoas que peçam ajuda. Isso pode ajudar e tirar vocês de uma miséria que vocês sofrem em silêncio", disse Prescott à BBC.

Prescott, que serviu por dez anos como vice-primeiro-ministro do governo trabalhista, disse que ninguém suspeitava que ele sofria de bulimia, já que nunca perdeu muito peso.

Ele disse que começou a abusar da comida e vomitar ainda nos anos 80. O distúrbio piorou quando o Partido Trabalhista chegou ao poder na Grã-Bretanha em 1997.

"O que eu fazia era 'encher a cara' com qualquer coisa que estivesse por perto, qualquer lixo, hambúrguer, chocolate, salgadinho, peixe e batatas fritas, um monte de tudo, até me sentir mal", disse.

"Depois eu sentia uma estranha sensação de prazer em vomitar e sentir aliviado."
Ele começou a se tratar há 17 anos, depois que sua esposa descobriu a condição. Apesar disso, voltou a ter os distúrbios em 1997, quando assumiu o cargo de vice-primeiro-ministro no governo de Tony Blair.

Prescott, que também sofre de diabetes, diz que não sofre mais de bulimia há um ano e se exercita na academia 45 minutos por dia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG