Extremistas da direita israelense planejam construir enclaves na Cisjordânia

Jerusalém, 15 jun (EFE).- Extremistas da direita nacionalista israelense e colonos anunciaram hoje suas intenções de construir nas próximas semanas 30 novos enclaves judeus na Cisjordânia, informam meios de imprensa locais.

EFE |

Os ativistas explicaram à emissora de rádio do Exército israelense "Galei Tzahal" que pretendem levantar essas novas estruturas no território ocupado palestino, em resposta ao "crescimento natural" da população, argumento defendido pelas autoridades para continuar a edificação dentro do perímetro dos assentamentos.

Meir Bretler, membro do grupo "Lealdade à Terra de Israel", integrado por colonos judeus, declarou à emissora que alguns dos enclaves serão levantados em lugares onde não há assentamentos a fim de se estender no território o máximo possível.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu uma total paralisação da construção nas colônias judias, um dos principais empecilhos no processo de paz entre israelenses e palestinos.

As ameaças dos radicais de direita judeus acontecem em resposta ao discurso que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, pronunciou ontem à noite na Universidade de Bar-Ilan, próxima a Tel Aviv, onde afirmou que não "haverá mais assentamentos", mas sem se comprometer a cessar a construção porque disse, "devemos dar resposta ao crescimento demográfico" dos colonos.

Netanyahu também condicionou a paz no Oriente Médio a que os palestinos reconheçam Israel como "lar nacional judeu" e que o futuro Estado palestino seja "desmilitarizado". EFE db/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG