Extrema-direita ganha força na Holanda

O Partido Pela Liberdade (PVV) do deputado holandês de extrema-direita Geert Wilders obteve nesta quinta-feira 14,8% dos votos nas eleições europeias na Holanda e vai entrar no Parlamento Europeu, segundo uma pesquisa de boca-de-urna.

AFP |

O PVV, que participa das eleições europeias pela primeira vez, deverá ter quatro deputados europeus. Na Holanda, ele está na segunda posição, atrás apenas do Partido Democrata-Cristão (CDA) do primeiro-ministro Jan Peter Balkenende.

O nível de participação foi de cerca de 40%, próximo do de 2004 (39,1%), segundo a pesquisa de boca-de-urna Synovate, realizada para o canal de TV NOS e a agência de notícias ANP e publicada às 19H00 GMT (16H00 de Brasília).

O CDA reuniu 20,3% dos votos, perdendo 4,1% em relação às eleições europeias de 2004 (24,4%). O partido obteve cinco cadeiras no Parlamento Europeu, contra sete em 2004.

O aliado do CDA no governo, o partido Trabalhista PvdA, do ministro das Finanças Wouter Bos, registrou uma queda significativa em relação a 2004 (13,4% contra 23,6%), e perdeu três cadeiras no Parlamento, ficando com apenas quatro, segundo a pesquisa.

O terceiro partido da coalizão de governo, o pequeno movimento cristão ChristienUnie, se mantém com 6,5% dos votos, segundo a mesma fonte.

axr/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG