Ex-sequestrados das Farc pedem a Uribe que aceite troca humanitária

Medellín (Colômbia), 30 mai (EFE).- Os ex-sequestrados das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) reunidos no V Congresso Internacional de Vítimas do Terrorismo pediram hoje ao presidente colombiano, Álvaro Uribe, que sente imediatamente as bases para uma troca humanitária e facilite a libertação do cabo Pablo Emilio Moncayo.

EFE |

"Porque conhecemos perfeitamente o sofrimento dos sequestrados e seus familiares, de maneira urgente solicitamos ao senhor presidente da República, doutor Álvaro Uribe Vélez, facilitar a libertação do cabo Pablo Emilio Moncayo", diz um comunicado divulgado em Medellín, onde hoje se encerra este congresso.

Também exigem de Uribe que empreenda imediatamente os passos necessários para concretizar a troca humanitária para salvar a vida dos sequestrados.

As Farc anunciaram em abril a libertação unilateral de Moncayo, sequestrado em 1997, sob a condição de que a senadora opositora Piedad Córdoba fosse mediadora, o que Uribe não aceita e motivo pelo qual essa libertação está atrasada. EFE erm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG