Ex-secretário de Imprensa de Bin Laden é condenado em Guantánamo

Washington, 3 nov (EFE).- Um júri militar de Guantánamo declarou culpado Ali Hamza al Bahlul, ex-secretário de Imprensa de Osama Bin Laden de prestar apoio material ao terrorismo e de contratar terceiros para cometer assassinatos, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

O iemenita, cuja sentença deve ser divulgada nas próximas horas, foi condenado no segundo julgamento por crimes de guerra realizado pelos Estados Unidos desde a Segunda Guerra Mundial.

No primeiro deles, em agosto, o tribunal militar de Guantánamo condenou Salim Hamedan, ex-motorista de Osama Bin Laden, a cinco anos e meio de prisão, por prestar apoio material ao terrorismo.

O júri do caso de Ali Hamza al Bahlul, formado por nove oficiais militares, chegou ao veredicto após quatro horas de deliberações, na sexta-feira, mas somente hoje foi divulgado.

O julgamento de Ali Hamza al Bahlul aconteceu ao longo de uma semana nas polêmicas comissões militares, criadas pelo Governo do presidente George W. Bush para julgar fora das cortes civis e militares ordinárias os casos relacionados com terrorismo após os atentados de 11 de setembro de 2001.

O iemenita poderia enfrentar uma pena de prisão perpétua, segundo fontes do Departamento de Defesa.

A Procuradoria acusava Ali Hamza al Bahlul de conspirar, encomendar assassinatos e prestar apoio material ao terrorismo.

Agentes do FBI que o haviam interrogado testemunharam durante o julgamento que o iemenita escreveu o roteiro do vídeo que mostrava a última vontade dos seqüestradores dos aviões dos atentados do 11-9 e que fez uma campanha publicitária de duas horas sobre a Al Qaeda para recrutar militantes.

As provas do Governo não foram refutadas pela parte do acusado, porque Ali Hamza al Bahlul não foi autorizado a defender a si mesmo e tentou dispensar seu advogado militar por considerar-lhe seu inimigo.

Neste sentido, seu advogado seguiu a solicitação de seu cliente de não defender seus atos. EFE cai/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG