Ex-secretário de Estado dos EUA morre aos 80 anos

Lawrence Eagleburger integrou o governo de Bush pai, que emitiu comunicado lamentando a morte do diplomata

EFE |

O ex-secretário de Estado de Estados Unidos, Lawrence S. Eagleburger, que atuou no governo de George H. W. Bush, morreu aos 80 anos de idade, informaram neste sábado fontes ligadas à família. Eagleburguer, diplomata de carreira, ocupou o cargo durante cinco meses em 1992, após a renúncia de James Baker, que se distanciou para ajudar na campanha pela reeleição presidencial de George H. W Bush.

Bush emitiu neste sábado um comunicado no qual qualificou Eagleburguer como "uma lenda no Serviço Exterior dos EUA, um consumado profissional que serviu a seu país de maneira especialista e com uma grande dignidade como diplomata". O ex-presidente Bush pai louvou, além disso, o trabalho de Eagleburguer durante a primeira guerra do Golfo.

"Em um dos momentos mais tensos, quando Saddam Hussein começou a atacar Israel com mísseis Scud tentando cínica e cruelmente provocar os israelenses no conflito, enviamos Larry a Israel para manter nossa coalizão. Foi uma tarefa excepcionalmente complexa e sensível, e sua atuação foi heroica", acrescentou. Por enquanto, se desconhecem as causas da morte.

Eagleburguer entrou no Serviço Exterior dos EUA em 1957, onde ocupou diversos cargos de relevância nas Administrações de Richard Nixon e Ronald Reagan, além de com o presidente George Bush pai. O presidente Jimmy Carter o nomeou embaixador na antiga Iugoslávia, onde foi chefe da delegação diplomática dos EUA entre 1977 e 1980.

Eagleburguer nasceu em 1930 em Milwakee, (Wisconsin, EUA) no centro de uma família republicana, estudou ciências políticas na Universidade de Wisconsin-Madison, e posteriormente serviu no Exército dos EUA como tenente entre 1952 e 1954. Casado pela segunda vez com Marlene Ann Heinemann, falecida em 2010, tinham três filhos.

    Leia tudo sobre: EUAsecretário de Estado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG