Ex-roqueiro britânico Gary Glitter volta à Tailândia

O ex-roqueiro britânico Gary Glitter, que acaba de cumprir no Vietnã uma pena de prisão por pedofilia, voltou à Tailândia, de onde havia sido expulso depois que Hong Kong se negou a recebê-lo, anunciou nesta quinta-feira o ministério das Relações Exteriores britânico.

AFP |

A Tailândia declarou o ex-cantor inglês persona non grata na quarta-feira e o expulsou para Hong Kong, depois que Gary se recusou a voltar para o Reino Unido.

"Fomos informados pelas autoridades de Hong Kong que ele teve a entrada negada em Hong Kong e que por isso voltou para Bangcoc", afirmou nesta quinta-feira uma porta-voz do Foreign Office.

"Gary entrou em contato conosco porque queria assistência consular", explicou, sem dar mais detalhes.

O ex-roqueiro, de 64 anos, cujo verdadeiro nome é Paul Francis Gadd, deixou na última terça-feira a prisão no Vietnã onde cumpriu dois anos e nove meses de pena por ter cometido atos obscenos com duas meninas na cidade turística de Vung Tau (sul) em 2005.

lgo-ach/ap/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG