O rei deposto do Nepal, Gyanendra, afirmou nesta quarta-feira que respeita o fim da monarquia e a proclamação da República aprovadas no fim de maio pela Assembléia Constituinte.

"Acompanhei e respeito o veredicto do povo", disse Gyanendra em um discurso à nação, no momento em que se prepara para deixar o palácio em Katmandu.

O ex-monarca, que assumiu o trono em 2001, afirmou ainda que não vai partir para o exílio.

"Entreguei ao governo do Nepal a coroa e o cetro da dinastia dos Shah", disse.

Leia mais sobre: Nepal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.