Ex-refém acusa Betancourt de colaborar com guerrilheiros das Farc

O ex-refém americano da guerrilha das Farc, Keith Stansell, denunciou nesta sexta-feira que sua companheira de cativeiro, a colombiana Ingrid Betancourt, incentivou e ajudou os guerrilheiros a revistar um grupo de sequestrados.

AFP |

"Minha pergunta é: por que ela ajudou a guerrilha a revistar três sequestrados?", afirmou Stansell em entrevista a uma rádio de Bogotá.

Segundo ele, resgatado na operação militar de junho passado que permitiu a volta de Betancourt, três americanos e onze militares e policiais para casa, essa situação aconteceu três dias da libertação do grupo.

"Os três americanos, na frente de todos, foram revistados. As Farc nos revistaram e ele supervisionou essa revista", contou. "Entende como me senti, encurvado no chão, sendo revistado por um refém colaborando com os sequestradores? Isso é verdade. Todos foram testemunhas disso".

Stansell fez essa revelação ao ser consultado sobre a publicação, nos Estados Unidos, do livro "Fora do Cativeiro, sobrevivendo a 1967 dias na selva colombiana", escrito por ele junto com os também reféns Marc Gonsalves e Tom Howes.

No libro, os autores definem o comportamento de Betancourt como "egoísta, orgulhosa e arrogante".

cop/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG