Sarajevo, 28 jul (EFE).- Geoffrey Nice, ex-promotor do Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) no processo contra o ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosevic, defendeu hoje que o julgamento de Radovan Karadzic aconteça em Sarajevo.

"Nos últimos sete dias, percebi que seria muito mais adequado que seja processado na região, em primeiro lugar, em Sarajevo. As vítimas poderiam acompanhar a apresentação das provas em sua língua e ver o rosto (de Karadzic)", disse o ex-promotor do TPII ao jornal "Avaz".

Segundo o ex-promotor, seria mais fácil para as testemunhas da região da antiga Iugoslávia ir a Sarajevo que a Haia.

Afirmou que a troca da documentação entre Sarajevo, Belgrado e Haia aconteceria com eficácia, e que, além disso, não haveria a pressão de tempo que há no TPII, corte que deveria encerrar suas atividades em 2010.

No entanto, Nice disse que "está consciente" de que Karadzic será processado no TPII e afirmou que houve tempo suficiente para preparar esse julgamento, durante os quase 13 anos em que o ex-líder servo-bósnio se escondia da Justiça.

Karadzic foi detido há uma semana nos arredores de Belgrado, onde vivia e trabalhava sob identidade falsa, e deve ser extraditado ao TPII nos próximos dias. EFE Nh/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.