Ex-primeiro-ministro francês abre processo contra Sarkozy

Advogados do ex-primeiro-ministro francês Dominique de Villepin entraram com uma ação na justiça nesta segunda-feira contra o presidente Nicolas Sarkozy por atentado à presunção de inocência, por ter chamado de culpados os acusados do processo Clearstream, segundo fontes judiciais.

AFP |

Sarkozy irritou os advogados de Villepin, principal personalidade acusada no caso Clearstream, ao falar semana passada que os réus deste caso são "culpados".

Qualquer acusado em um processo é considerado inocente até que seja provado o contrário.

No entanto, o presidente francês goza de imunidade, portanto não poderá ser julgado antes do fim de seu mandato, em 2012.

A justiça tenta determinar, no caso "Clearstream", o papel de Villepin em uma suposta armação política que levou aos tribunais, em 2006, uma lista falsa de personalidades com contas ocultas no Clearstream, um organismo financeiro de Luxemburgo.

Entre elas, estava o então ministro do Interior, Nicolas Sarkozy, com os nomes "Stephane Bocsa" e "Paul de Nagy". O nome completo do presidente francês é Nicolas Paul Stephane Sarkozy de Nagy-Bocsa.

Apesar de pertencerem à mesma ala política conservadora e terem integrado o mesmo governo sob a presidência de Jacques Chirac, Sarkozy e Villepin são inimigos.

Eles disputaram as internas do partido em 2007, com vitória para Sarkozy.

mat-mra/lm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG