Ex-primeira-ministra deixa Bangladesh para receber tratamento médico nos EUA

Nova Délhi - A ex-primeira-ministra de Bangladesh Sheikh Hasina deixou hoje o país em direção aos Estados Unidos, um dia após obter liberdade provisória, para receber tratamento médico.

EFE |

Fontes de seu partido, a Liga Awami, informaram que Hasina embarcou em um vôo da British Airways, às 08h29 no horário local (23h29 de Brasília), sob estritas medidas de segurança.

Hasina, de 60 anos, se reunirá no exterior com seus filhos, e mais tarde deve viajar à Flórida para receber tratamento médico por causa de problemas no ouvido, muito danificado em conseqüência de um atentado sofrido em 2004.

Hasina foi detida em 16 de julho do ano passado, e está sendo julgada por sua suposta relação com um caso de suborno para a instalação de uma usina de energia no país.

Na última segunda-feira, um tribunal de Bangladesh eximiu Hasina de comparecer pessoalmente ao julgamento contra ela, o que abriu a possibilidade de que passe a receber tratamento médico no exterior.

A ex-primeira-ministra sofre de problemas de vista e audição.

Leia mais sobre: Bangladesh

    Leia tudo sobre: bangladesh

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG