roubadas de Machu Picchu - Mundo - iG" /

Ex-primeira-dama peruana critica Yale por peças roubadas de Machu Picchu

Lima, 22 mai (EFE).- A ex-primeira-dama peruana Eliane Karp denunciou hoje que a universidade americana de Yale pretende conservar por mais um século as milhares de peças extraídas da cidadela inca de Machu Picchu, que estão em seu poder desde 1912.

EFE |

"Yale não pretende se desfazer das peças tão facilmente. Após uma posse ilegal de quase um século, busca agora seguir com sua pesquisa por outros cem anos", assinalou a antropóloga e esposa do ex-presidente Alejandro Toledo (2001-2006), em artigo publicado pelo semanário "Caretas".

Karp, de origem belga, baseia sua denúncia no memorando de entendimento assinado em setembro de 2007 entre o atual Governo do presidente peruano, Alan García, e a Universidade de Yale, no qual o centro de ensino reconhece, pela primeira vez, a propriedade peruana dos tesouros incas.

No entanto, o acordo impõe uma série de condições para a repatriação das milhares de peças que o explorador americano Hiram Bingham levou do Peru no início do século XX e nunca devolveu.

"No memorando, obrigam o Peru a reconhecer o direito de usufruto adicional de Yale sobre os materiais por um período equivalente a 99 anos", ressaltou Karp.

Karp, professora visitante da Universidade de Stanford, criticou o atual Governo peruano por ter aceito no memorando de entendimento assinado com Yale "uma categorização arbitrária das peças".

"Esta classificação permite que Yale decida, de forma arbitrária, ficar com uma substancial parte das peças para continuar com suas pesquisas", afirmou a esposa de Toledo, cujo Governo pretendeu denunciar judicialmente a Yale para conseguir a repatriação dos tesouros arqueológicos.

Yale pretende devolver ao Peru somente 384 peças, em um prazo de dois anos, com o propósito de exibi-las em um museu, que deverá ser construído na cidade de Cuzco, sob diretrizes ditadas pela própria instituição americana. EFE wat/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG