O ex-presidente de Taiwan Chen Shui-bian teve sua prisão provisória decretada pela Justiça nesta quarta-feira, informou à AFP um funcionário do Judiciário.

"A Corte acatou o pedido de prisão provisória do senhor Chen", disse o funcionário à AFP. O ex-presidente foi detido pela polícia na terça-feira.

Chen Shui-bian, eleito em 2000 e reeleito em 2004, concluiu o segundo mandato, em maio passado, debilitado por uma série de escândalos de corrupção, que envolveram até a primeira-dama.

Em 2006, Chen foi citado em uma investigação sobre a malversação de 443 mil dólares de dinheiro público. No entanto, o processo não avançou na época, já que a presidência garantia imunidade.

afp/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.