TEERÃ (Reuters) - O ex-presidente do Irã Mohammad Khatami, um líder reformista, foi proibido de viajar para o exterior, de acordo com reportagem da agência de notícias semi-oficial Fars desta terça-feira. Khatami apoiou o líder da oposição Mirhossein Mousavi na contestada eleição presidencial de junho do ano passado, que despertou enormes protestos reprimidos com violência nas ruas da República Islâmica.

A Fars citou uma fonte de inteligência não identificada afirmando que Khatami, que foi presidente entre 1997 e 2005, tinha tentado deixar o Irã mas foi impedido.

"Mohammad Khatami foi impedido de deixar o país", disse a Fars.

(Reportagem de Reza Derakhshi)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.