O ex-presidente dos Estados Unidos, Jimmy Carter, defendeu neste domingo seu projeto de se encontrar com um líder do movimento palestino Hamas, apesar dos pedidos insistentes do departamento de Estado americano e de Israel para que desista da idéia.

"É muito importante que ao menos alguém se reúna com os dirigentes do Hamas para expressar pontos de vista, para ver que flexibilidade eles podem ter, para tentar fazer com que parem todos os ataques contra civis inocentes em Israel e para cooperar com o Fatah como um grupo que une todos os palestinos", disse Carter para o canal de televisão ABC.

ksh/fb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.