Cairo, 29 jun (EFE) - O ex-presidente iraniano Ali Akbar Hashemi Rafsanjani descartou que Israel vá atacar as instalações nucleares do país, mas alertou que o Estado judeu se arrependerá se decidir lançar um ataque ao Irã.

"Descarto que Israel tome essa medida, mas caso a leve em frente, se arrependerá, porque nossa reação militar será decisiva", disse Rafsanjani à televisão catariana "Al Jazira" em entrevista exibida hoje.

As manobras das forças aéreas israelenses este mês geraram especulações no mundo todo sobre se Israel está se preparando para atacar as instalações nucleares iranianas.

Rafsanjani, que atualmente é presidente do poderoso Conselho de Determinação iraniana, afirmou na entrevista que o país "tem mísseis de longo alcance capazes de chegar a alvos em Israel".

Além disso, o ex-presidente questionou que os Estados Unidos vá se arriscar a atacar o Irã.

"Os EUA costumavam controlar tudo no Irã, incluído o Savak (a Polícia secreta do Xá), o petróleo, o Exército, mas o povo iraniano conseguiu derrotá-lo", disse, em referência à Revolução Islâmica de 1979, liderada pelo aiatolá Ruhola Jomeini, que acabou com o reinado do Xá Mohammed Reza Pahlevi. EFE nq/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.