Ex-presidente diz que Plebiscito colombiano é inconstitucional

Bogotá, 19 mai (EFE).- O ex-presidente colombiano César Gaviria disse hoje que a aprovação da Lei de Plebiscito pelo Senado, que pode permitir ao governante Álvaro Uribe tentar uma segunda reeleição em 2010, é abertamente inconstitucional e põe em risco a democracia colombiana.

EFE |

Gaviria, diretor nacional do Partido Liberal, disse em comunicado estar preocupado com os efeitos negativos no futuro do país "desta obsessão do presidente Uribe por se perpetuar no poder".

O ex-presidente colombiano acrescentou que essa atitude vai provocar danos institucionais irreparáveis, ao "concentrar excessivamente o poder, gerar uma incerteza política sem precedentes e percorrer os caminhos do autoritarismo e do caudilhismo, que tantos danos causaram na América Latina".

Gaviria manifestou ainda que a aprovação do Plebiscito é um "ato que coloca em risco a democracia colombiana e o equilíbrio dos poderes".

O Senado da Colômbia votou hoje a favor da convocação de um referendo que convidará a população a se pronunciar sobre uma nova reeleição de Uribe nas eleições de 2010.

Uma recente pesquisa diz que 59% dos colombianos votariam em um eventual referendo sobre uma nova reeleição de Uribe e que 84% destes votariam a favor disso. EFE ocm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG