Ex-presidente denuncia falta de garantias para reeleição na Colômbia

O ex-presidente colombiano Andrés Pastrana denunciou nesta quinta-feira a falta de garantias na disputa pela presidência, destacando que o presidente Alvaro Uribe vem realizando uma campanha velada para ser reeleito com todos os recursos do Estado à sua disposição.

AFP |

"Já temos um candidato a presidente, o que já apresenta um problema de garantia para o restante dos aspirantes", disse Pastrana à rádio Caracol, questionado ainda a decisão do Senado, terça-feira, de aprovar no último debate a convocação de um referendo que habilitaria Uribe a se apresentar em 2010.

O chefe de Estado, no poder desde 2002, nega-se, sistematicamente, a confirmar se será candidato a um terceiro mandato de quatro anos, enquanto mantém apoio ao referendo com o qual a aliança governista busca reformar a Constituição, como já havia feito em 2005 para que pudesse ser reeleito.

"Como pode haver equilíbrio se o presidente tem os meios de comunicação à sua disposição até doze horas por dia, todos os finais de semana, para expor seu programa de governo, e os candidatos, simplesmente 30 segundos, um minuto", questionou Pastrana, que governou entre 1998 e 2002.

Ele disse ainda que alguns dos aspirantes foram vítimas de escutas ilegais pelos serviço de inteligência (DAS), ligado á presidência,

Pastrana é um dos maiores críticos de Uribe, apesar de seu partido, o Conservador, integrar a aliança governista.

axm/lm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG