O ex-presidente taiwanês Chen Shui-bian, 58 anos, foi condenado nesta sexta-feira a prisão perpétua por corrupção, anunciou o canal a cabo ETTV.

Chen foi condenado por várias acusações, entre elas má administração de recursos públicos, lavagem de dinheiro e aceitação de subornos.

cty-aw-mc/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.