Ex-presidente da Samsung desiste de apelar contra condenação

Seul, 18 out (EFE).- O ex-presidente da Samsung Lee Kun-hee vai retirar sua apelação contra a sentença de um tribunal de Seul que lhe condenou a três anos de prisão em suspensão por evasão fiscal, informou hoje a agência local de notícias Yonhap.

EFE |

Lee tomou esta decisão depois de um Tribunal de apelação lhe considerar culpado de evasão de impostos e lhe condenar em 10 de outubro a três anos de prisão em suspensão e ao pagamento de US$ 82,45 milhões de multa.

O ex-presidente da Samsung foi considerado em julho culpado por não pagar US$ 45 milhões em impostos correspondentes a um fundo de US$ 4,6 bilhões escondido em contas bancárias em nome de "laranjas".

Lee também era acusado de prevaricação, mas o juiz o absolveu por não encontrar provas de que o magnata estava envolvido nas irregularidades cometidas nos anos 90 por sua empresa para facilitar a transferência do controle da companhia a seu filho, Lee Jae-yong.

EFE ce/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG