Ex-presidente da Costa Rica começa a ser julgado por corrupção

O ex-presidente da Costa-Rica, Rafael Angel Calderón, começou a ser julgado nesta segunda-feira acusado da cobrança de comissões ilegais pela compra, na Finlândia, de equipamento médico para as unidades da Previdência Social, comprovou um jornalista da AFP.

AFP |

"Este é um longo processo, assim é preciso ter paciência. Eu sou o mais interessado na verdade", disse o ex-presidente (1990-1994), à imprensa ao chegar aos tribunais de San José minutos antes do julgamento público.

A promotoria acusa Calderón e outras sete pessoas de terem recebido propina pela compra de 39,5 milhões de dólares em equipamento médico através da Caixa Costarriquenha de Seguro Social à companhia finlandesa Instrumentarium Medko Medical.

O julgamento, que deve durar várias semanas, começou na manhã de segunda-feira com a leitura da acusação apresentada pela promotoria.

fj/jb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG