Ex-presidente da Bolívia dá declarações sobre referendo no país

Santa Cruz (Bolívia), 3 mai (EFE).- O ex-presidente da Bolívia Jorge Quiroga afirmou neste sábado que o referendo autonomista de Santa Cruz determinará se o povo quer uma Bolívia com autonomia regional e soberania do país e não uma colônia de Hugo Chávez.

EFE |

Em entrevista coletiva em Santa Cruz, o também líder do partido conservador Poder Democrático e Social (Podemos) garantiu que este referendo não põe em jogo a unidade do país ou a estabilidade do Governo, ao contrário do que, segundo disse, argumenta o Executivo de Evo Morales para "embaçar" o processo.

A consulta autonomista de Santa Cruz é, segundo o dirigente opositor, um "passo fundamental" para a autonomia regional e para ter uma república "soberana e independente do influxo" do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que, de acordo com Quiroga, "tutela e manipula" o Governo Morales.

Na sua opinião, Morales fracassou em sua tentativa de "estigmatizar" perante o resto do mundo o movimento autonomista liderado por Santa Cruz apresentando-o como separatista, "mas esse conto não foi engolido pela comunidade internacional".

Após convocar a população de Santa Cruz para que acuda a consulta, Quiroga exortou a não responder às "múltiplas provocações que seguramente vai ser suscitada pelo Governo para gerar violência e prejudicar uma festa civil, democrática e pacífica".

Ressaltou que o sistema de trabalho do Executivo de Morales em situações "adversas" é recorrer aos "grupos de choque pagos pelo dinheiro do senhor Chávez" e permitir que a violência se espalhe, como aconteceu durante o processo constituinte em Sucre e Oruro. EFE sam/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG