Tamanho do texto

Washington, 22 set (EFE).- O ex-presidente Bill Clinton pediu para que parem as críticas pessoais contra a governadora do Alasca, Sarah Palin, designada companheira de chapa pelo candidato republicano John McCain nas eleições de novembro.

"Para que dizer mais coisas a respeito de uma pessoa? Por que não realizamos sua candidatura e dizemos que foi uma boa decisão?, perguntou o ex-presidente democrata.

Assessores do candidato democrata Barack Obama criticaram uma suposta inexperiência de Palin em assuntos internacionais e sua posição conservadora em temas como o direito a ter armas de fogo consagrado pela Constituição e sua negativa a permitir a pesquisa com células-tronco embrionárias. EFE ojl/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.