Ex-presidente chileno Lagos exclui concorrer à presidência

SANTIAGO (Reuters) - O ex-presidente do Chile Ricardo Lagos, que foi apontado por pesquisas de opinião como candidato favorito na corrida presidencial do país no ano que vem, disse que não irá concorrer à Presidência em entrevista publicada neste domingo. Lagos, que conduziu o Chile à prosperidade econômica antes de deixar o gabinete há dois anos, excluiu a possibilidade de tentar levar a coalizão centro-esquerda, chamada de Concertación, ao poder pela quinta vez consecutiva no país.

Reuters |

"Eu não vou ser candidato", afirmou ele ao jornal El Mercurio, de Santiago."Há vários modos de servir o país e eu vou fazer o que estou fazendo agora: ajudar os candidatos".

(Por Rodrigo Martinez e Manuel Farias)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG