Ex-presidente argentino Kirchner deixa UTI após cirurgia

BUENOS AIRES (Reuters) - O ex-presidente da Argentina Néstor Kirchner, considerado o político mais influente do país, continua se recuperando favoravelmente de uma cirurgia para desobstrução de uma artéria e deixou a unidade de tratamento intensivo, informou nesta segunda-feira seu médico particular. Kirchner, que agora é deputado e tem uma grande influência no governo de sua esposa, a presidente Cristina Fernández Kirchner, foi submetido há dois dias a uma cirurgia de emergência para uma patologia em sua artéria carótida direita após sentir dificuldade para movimentar um dos braços.

Reuters |

"Passou dos cuidados intensivos para cuidados gerais. Sua evolução segue sendo favorável", disse em uma nota o médico particular de Kirchner, Luis Buonomo.

Kirchner, de 59 anos, governou a Argentina entre 2003 e 2007, quando foi sucedido por sua esposa.

(Reportagem de Karina Grazina)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG