Ex-premiê tailandês confirma que buscará asilo político no R.Unido

Bangcoc, 20 ago (EFE).- O ex-primeiro-ministro tailandês deposto e dono do clube de futebol inglês Manchester City, Thaksin Shinawatra, pedirá asilo político no Reino Unido, porque considera que ele e sua família correm sérios riscos na Tailândia.

EFE |

O anúncio foi feito hoje por um dos advogados do ex-premiê, Watchara Seangprathum, que explicou que o pedido de seu cliente se baseará no "trato" recebido em seu país, onde sua família carece de liberdade e segurança.

Shinawatra, sua esposa, Pojaman, e três de seus filhos decidiram nesta segunda-feira viajar para Londres depois que o casal não se apresentou no tribunal tailandês que os julga por desvio de dinheiro público.

O casal voou ao Reino Unido a partir da China, para onde tinham ido com permissão do juiz para assistir à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Na semana passada, a Corte Suprema anunciou que julgará à revelia Shinawatra em um dos quatro processos atualmente abertos contra ele.

EFE grc/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG