Ex-premiê Nawaz Sharif abandona coalizão de governo no Paquistão

O ex-primeiro-ministro paquistanês Nawaz Sharif anunciou nesta segunda-feira que seu partido decidiu abandonar a coalizão que governo o Paquistão por divergência sobre a readmissão dos juízes destituídos pelo ex-presidente Pervez Musharraf.

AFP |

Sharif disse que sua formação, a Liga Muçulmana do Paquistão (PML-N), decidiu passar para a oposição no parlamento.

"Tomamos esta decisão depois de não vislumbrar nenhum raio de esperança e perceber que nenhum dos compromissos que adquiriram conosco se cumprisse", disse Sharif em coletiva de imprensa, referindo-se a seu sócio na coalizão, o Partido Popular do Paquistão (PPP), de Asif Alí Zardari, viúvo de Benazir Bhutto.

Sharif anunciou, além disso, que seu partido apresentará um candidato para substituir Pervez Musharraf. O candidato do PPP é Alí Zardari. A eleição para o parlamento e as assembléias provinciais acontecem no dia 6 de setembro.

jaf/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG