Exposição na Alemanha estuda relação entre homem e carro

Berlim, 12 ago (EFE) - Uma exposição de fotos no Museu da Técnica da Alemanha em Berlim estuda a íntima relação que o homem moderno estabeleceu com o carro, com o qual compartilha uma cumplicidade nem sempre entendida pelas mulheres.

EFE |

Há anos, a fotógrafa alemã Brigitte Kraemer se dedicou a espionar com sua câmera a íntima relação criada entre o homem e seu veículo, para o qual presenciou dezenas de corridas de carros e feiras automobilísticas, e percorreu alguns dos ferros-velhos mais importantes da Europa.

Na exposição, que reúne 30 imagens com o título "Mann und Auto", a autora se aproxima desse mito da modernidade no qual o homem reivindica o amor livre à máquina.

Kraemer procura mostrar que, para os homens, o carro é muito mais que um hobby ou um objeto caro e de grande utilidade.

Nas fotografias, a autora retrata o carinho do homem pelo carro, a quem dedica seu tempo livre para limpar e cuidar dele com carinho, como se fosse um filho.

Em algumas ocasiões, este 'parentesco' criado chega até limites caprichosos, já que, em certas fotos, veículo e dono se parecem.

O conceito moderno de automóvel vai além: algumas fotografias mostram como o carro pode ser um lugar habitável e íntimo, com cozinha e bar e decorado com chapas policromadas e calendários de mulheres lindas.

A mostra, que permanecerá aberta ao público até novembro, supõe uma reflexão sobre como o automóvel se transformou em um objeto de culto de hoje, uma máquina desejada e alcançável para a maioria dos homens. EFE ira/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG