Exposição em Barcelona reflete identidade gay

Uma galeria em Barcelona inaugurou na quarta-feira um evento artístico e cultural que aborda questões relativas à identidade gay. Em sua segunda edição, o Projeto Gênero 2 traz exposições de fotos, pinturas e esculturas, além de vídeos, performances teatrais e mesas redondas que levantarão discussões sobre as definições de gênero e seu papel na sociedade atual.

BBC Brasil |

O organizador da exposição, Franco de Toledo, disse que a mostra recorreu a várias fontes de informação para diversificar os conteúdos acerca de temas importantes para o coletivo GLTB (gays, lésbicas, transexuais e bissexuais).

"O patriarcado e legado heterossexual reclamam sua supremacia absoluta na sociedade de hoje", diz o curador.

"Durante este processo de aprendizado nos surpreenderam as dificuldades, por exemplo, que um transexual enfrenta no seu dia-a-dia não só pela luta com o resto da sociedade, mas também com sua própria identidade individual".

As obras em exposição pretendem abordar um leque de temas ligados à sexualidade. A presença de artistas de várias nacionalidades confere à mostra um caráter multicultural, revelando os diversos ângulos sob os quais a questão podem ser abordada ao redor do mundo.

Ainda para Toledo, o que interessa é enfatizar a pluralidade.

"Temos muitos discursos em torno da reconstrução do corpo e do sexo. Já não temos por que ser o que nascemos. Quer dizer, podemos ser como queremos nos definir e não como somos registrados".

Um dos destaques da mostra é uma série de fotomontagens feitas pelo artista Roberto Ruiz. Na obra, o artista mescla imagens da modelo britânica Kate Moss com o ator pornô Jack Radcliffe.

No trabalho final, a modelo, que guarda a cabeça e o tronco, ganha um pênis e pernas de homem.

O Projeto Gênero 2 faz parte um festival em Barcelona que celebrará o Orgulho Gay neste fim de semana.

    Leia tudo sobre: espanhagay

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG