Explosões matam 4 soldados da Isaf no Afeganistão

Cabul, 12 jul (EFE).- Quatro soldados da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) morreram no sábado no sul do Afeganistão, devido a bombas colocadas em estradas por insurgentes, informou hoje a organização, em comunicado.

EFE |

A Isaf atribuiu a colocação dos explosivos aos insurgentes, mas não precisou o lugar exato do fato nem as nacionalidades dos mortos, à espera de que isso seja feito pela autoridade nacional em questão.

O sul do Afeganistão registrou um aumento dos combates desde o início do mês, quando soldados americanos e afegãos lançaram uma intensa operação na província de Helmand, em paralelo a uma ofensiva britânica.

Só no caso britânico, desde o início de julho, morreram 15 soldados no país - incluindo oito em 24 horas -, o que gerou um forte debate na sociedade e na imprensa do Reino Unido.

O objetivo das atuais operações é enfraquecer os talibãs e recuperar território, para que as eleições presidenciais de agosto aconteçam em um marco livre de violência.

Até o momento, e segundo dados da agência afegã "AIP", morreram este ano 197 soldados das tropas estrangeiras no Afeganistão, em meio a constantes combates contra os talibãs. EFE lo-daa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG