Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Explosões deixam pelo menos 50 mortos na cidade indiana de Jaipur

Nova Délhi, 13 mai (EFE).- Pelo menos 50 pessoas morreram hoje e mais de 100 ficaram feridas em uma série de explosões registradas na parte antiga da cidade turística de Jaipur, capital do estado indiano do Rajastão, segundo uma fonte oficial.

EFE |

O secretário de Informação do estado do Rajastão, Rohit Singh, confirmou em entrevista divulgada pela rede de televisão "NDTV" que o atentado causou a morte de entre 50 e 80 pessoas.

Singh explicou que as explosões foram causadas por seis bombas, e acrescentou que os corpos de segurança desativaram outras duas.

As explosões, que começaram por volta das 19h no horário local (10h30 de Brasília), e se sucederam em um espaço de meia hora, em uma zona povoada da cidade, foram de grande intensidade.

As bombas explodiram em vários pontos do bairro de Jaipur, dentre os quais locais turísticos como o Palácio dos Ventos, e os bazares de Johari e Tripolia.

Segundo a agência "PTI", junto ao mercado de Tripolia estava um grande grupo de devotos que havia comparecido a um templo hindu da região.

Uma das explosões foi causada por um carro-bomba, e outra delas ocorreu em um estabelecimento comercial. Os feridos foram transferidos para hospitais da própria cidade.

O primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, condenou os ataques, e pediu calma à população do país.

Singh garantiu a ajuda do Governo central às autoridades do Rajastão, assim como às famílias afetadas.

Por sua vez, o diretor-geral da Polícia do Rajastão, A.S. Gill, disse que "obviamente se trata de um ataque terrorista".

A cidade, um dos principais destinos turísticos da Índia, não havia sofrido atentados terroristas na última década.

EFE ja/gs

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG