Explosões deixam mortos e feridos em bairro xiita de Bagdá

Duas explosões de bombas na capital do Iraque deixaram pelo menos 12 mortos e dezenas de feridos

iG São Paulo |

Duas explosões em um bairro predominantemente xiita de Bagdá, Sadr City, deixaram pelo menos 12 mortos e dezenas de feridos, informaram oficiais iraquianos nesta quinta-feira. De acordo com a BBC, a polícia disse que as bombas estavam instaladas perto do mercado de Al-Hay e a primeira explodiu em um beco estreito.

Enquanto a população se reunia, uma segunda e mais poderosa explosão foi sentida próximo ao local onde ocorreu a primeira, causando as mortes. As explosões ocorrem um dia depois que a capital do Iraque sofreu seu pior ataque desde agosto. Na quarta-feira, dois ataques suicidas deixaram cerca de 20 mortos em Bagdá.

Hassan Rahim, barbeiro de Sadr City, disse à BBC que estava cortando o cabelo de um cliente quando ouviu o primeiro estrondo. "Nós corremos para fora da barbearia e vimos fumaça e fogo perto das casas", afirmou. Ele disse que voltou à barbearia para continuar trabalhando, quando a segunda bomba explodiu.

"Eu vi corpos no chão e muitos carros queimados", acrescentou. "Nós ajudamos a levar os feridos para o hospital até que chegassem as ambulâncias. As forças de segurança deveriam fazer um trabalho melhor, ou nós podemos esperar mais ataques em Sadr City."

A violência registrou uma forte queda no Iraque depois de 2006/2007. O número de iraquianos mortos em ataques terroristas recuou claramente em setembro, chegando a 185, contra 239 em agosto, segundo dados reunidos a cada mês pelos ministérios da Saúde, do Interior e da Defesa.

Apesar da diminuição dos ataques, explosões e tiroteios continuam a acontecer no Iraque, o que aumenta a preocupação das autoridades americanas, que preparam para retirar todas as suas tropas até o fim do ano.

Oficiais americanos vem negociando se mantêm uma pequena presença militar no país para treinar as tropas iraquianas até ano que vem ou não. O principal problema é a incerteza quanto ao preparo das tropas internas para proteger o país depois que perderem o apoio militar americano.

Com AFP e AP

    Leia tudo sobre: iraquebagdáxiitabombaexplosãoataqueterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG