Explosões deixam ao menos 7 mortos em Bagdá

Uma série de ataques deixou ao menos sete mortos nesta segunda-feira na capital iraquiana, Bagdá, e feriu mais de 20, segundo a polícia. Uma das explosões atingiu o movimentado bairro de Karrada.

BBC Brasil |

Uma bomba explodiu do lado de fora de um prédio da polícia e, à medida que as pessoas fugiam do local, uma segunda explodiu no caminho.

A polícia parece ter sido o alvo desse ataque, mas a explosão provocou a morte de seis civis.

O correspondente da BBC em Bagdá Andrew North diz que a tática - a explosão consecutiva de duas bombas - já foi usada várias vezes por insurgentes desde a invasão pelos Estados Unidos há mais cinco anos.

No norte da capital, um policial foi morto em uma explosão.

Em um outro ataque, o vice-ministro de Petróleo, Saheb Salman Qutub, teve ferimentos leves, mas um guarda-costa ficou seriamente ferido.

O número de explosões tem diminuído no último ano em Bagdá, e os níveis de violência continuam relativamente baixos se comparados com os registrados há dois anos, mas ataques ainda acontecem todos os dias.

North diz que uma das preocupações no país, atualmente, é sobre crescentes tensões entre o governo iraquiano e grupos tribais que têm o apoio dos Estados Unidos e que vêm combatendo a al-Qaeda.

Alguns líderes tribais acusam as autoridades de demorar a cumprir promessas para dar emprego a seus membros nas forças de segurança oficiais, e há relatos de que o governo possa estar planejando reduzir os salários deles uma vez que eles deixem a folha de pagamento dos Estados Unidos.

North afirma que muitos deles são ex-insurgentes e poderiam mudar novamente de lado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG