Explosões de minas matam 7 no Afeganistão

Cabul, 10 nov (EFE).- Sete pessoas morreram hoje no Afeganistão em dois atentados com explosões de minas terrestres, sendo quatro das vítimas -dois funcionários e dois motoristas- na região de Herat, no noroeste e três soldados do Exército afegão na província oriental de Logar.

EFE |

Em Herat, os dois funcionários públicos e dois motoristas morreram devido à explosão de uma mina instalada por terroristas talibãs, segundo informou hoje à Agência Efe uma fonte policial.

Os funcionários mortos são o chefe de inteligência e o fiscal do distrito de Adraskan, na parte sul da região, segundo relatou à Efe por telefone o porta-voz da Polícia Abdul Rraouf Ahmadi.

Segundo ele, a bomba explodiu quando os funcionários viajavam pelo distrito vizinho de Shindand, e a explosão destruiu dois dos carros que formavam o comboio.

O ataque foi reivindicado pelo porta-voz talibã Muhammad Yousif Ahmadi, que especificou que as explosões ocorreram em frente às instalações do Exército no distrito de Shindand, onde ontem já haviam morrido dois soldados espanhóis, vítimas de um ataque suicida.

Na província oriental de Logar, no outro extremo do país, os três soldados do Exército afegão morreram na explosão de outra mina, segundo informou uma fonte policial à agência afegã "AIP".

Segundo a Polícia, o atentado ocorreu em Dabar, no distrito de Sarkh, embora um porta-voz talibã tenha assegurado que o veículo atacado não pertencia ao Exército afegão, mas a tropas estrangeiras.

No Afeganistão morreram somente neste ano mais de 4.400 pessoas vítimas da violência, segundo cálculos jornalísticos. EFE nh-daa/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG