Explosivos que seriam usados em eleições são descobertos no Iraque

Bagdá, 2 mar (EFE).- As Forças de Seguranças do Iraque encontraram nos últimos dias mais de dez carregamentos de armas e explosivos que seriam usados por terroristas no próximo domingo durante as eleições do país, informou hoje o general Qasem Aata, porta-voz da Chefia de Operações do Plano de Segurança para Bagdá.

EFE |

"O Comando de Operações conseguiu localizar na semana passada em Bagdá mais de dez carregamentos", afirmou Aata, acrescentando que os terroristas planejavam usá-los em ataques nos locais de votação.

Além disso, informou que há dados que revelam a existência de outros arsenais e planos para executar atentados durante o dia do pleito.

As autoridades iraquianas anunciaram que a vigilância durante a votação está a cargo de centenas de milhares de policiais e 14 divisões do Exército do país. Para chegar às urnas é preciso passar por três barreiras de segurança.

O grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque, controlado pela rede Al Qaeda, já divulgou que tentará boicotar o pleito de domingo, no qual será eleito um parlamento do qual sairá a próxima coalizão governante do Iraque.

Hoje, em algumas regiões da capital, especialmente nas cercanias da chamada "zona verde", podia ser visto um reforço nas medidas de fiscalização e sinais de nervosismo de alguns agentes de segurança.

Também nesta terça-feira, dois soldados ficaram feridos após a explosão de uma bomba caseira lançada contra um centro de votação no norte da cidade de Mossul, localizada a cerca de 400 quilômetros de Bagdá. EFE.

am/id

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG