Explosão perto de ministério mata em Bagdá

BAGDÁ - Um duplo atentado no centro de Bagdá deixou ao menos três mortos e 35 feridos neste sábado, segundo o ministério do Interior do país. Entre os feridos há várias pessoas em estado grave, por isso as autoridades não descartam um aumento no número de mortos.

Redação com agências internacionais |

A explosão aconteceu no bairro Bab al-Mouazam, quando uma bomba de pouca intensidade foi detonada em um mausoléu xiita e feriu um guarda.

Durante a evacuação do mausoléu, um carro-bomba deixado em um estacionamento próximo explodiu e causou as três mortes.

As explosões aconteceram com poucos minutos de diferença. A segunda delas pegou de surpresa os fiéis que participavam das orações do meio-dia e, na hora, fugiam da mesquita depois da detonação da primeira bomba.

Além de terem deixado mortos e feridos, as explosões causaram grandes danos ao templo xiita e a vários veículos estacionados nas imediações.

Em 19 de agosto, um duplo atentado com caminhão-bomba em pleno coração da capital contra o ministérios das Relações Exteriores e das Finanças deixou cerca de cem mortos e mais de 600 feridos, no ataque mais violento ocorrido em Bagdá desde fevereiro de 2008.

Outros atentados

Também hoje, o Ministério de Interior informou que um civil perdeu a vida na explosão de uma bomba colocada sob o carro da vítima.

Pouco antes das explosões de hoje em frente à mesquita xiita, uma outra bomba explodiu no centro de Bagdá, ferindo dois policiais que patrulhavam a região.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG