Explosão no sul do Afeganistão mata 17 e fere 21

Segundo porta-voz do governo de Candahar, comandante policial foi alvo de ataque em casa de banhos

iG São Paulo |

Um ataque suicida dentro de uma casa de banhos em Candahar, no sul do Afeganistão, deixou 17 mortos, incluindo um comandante da polícia, disseram autoridades nesta sexta-feira. Outras 21 pessoas ficaram feridas.

Segundo Zalmai Ayoubi, porta-voz do governo de Candahar, o alvo do ataque, que ocorreu na cidade de Spin Boldak na fronteira do Paquistão, foi o comandante policial que estava no local.

"Esse ato brutal e desumano foi o trabalho dos inimigos do Islã e da humanidade", disse Ayoubi.

As outras vítimas eram todas civis.

O número de vítimas civis e militares está num nível recorde, apesar da presença de cerca de 150 mil soldados da força liderada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

O ano de 2010 foi o mais sangrento desde que as forças afegãs apoiadas pelos Estados Unidos destituíram do poder o movimento Taleban, no fim de 2001.

As Nações Unidas dizem que 2.412 civis morreram e 3.803 ficaram feridos entre janeiro e outubro de 2010 - um aumento de 20% em relação a 2009.

Com Reuters

    Leia tudo sobre: afeganistãoexplosãoguerra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG